O que é Terapia Manual?

A terapia manual é uma das áreas da Fisioterapia onde o fisioterapeuta aprende a avaliar como um todo seu paciente, avaliando a dor e disfunção, detectando anormalidades do movimento e testando tecidos estruturais anatômicos. Realiza um programa de tratamento relacionado diretamente com os achados da avaliação cumprindo seu objetivo.

A terapia manual não é apenas uma especialidade para utilização de técnicas de mobilização passiva, os terapeutas manuais utilizam inúmeras técnicas e procedimentos como massagem de tecidos moles, facilitação neuromuscular proprioceptiva, eletroterapia, análise ergonômica, exercícios para melhora da força, coordenação, flexibilidade, estabilização segmentar, manipulação de alta velocidade, mobilização articular e mobilização neural.

Os Objetivos da Terapia Manipulativa são:

a) Identificar e corrigir disfunções de movimento nas articulações da coluna vertebral, membros superiores e membros inferiores.

b) Entender a relação entre as alterações do movimento normal com a má função dos componentes articulares, sistema nervoso e sistema circulatório.

c) Avaliar e corrigir desequilíbrios posturais e biomecânicos através de técnicas manipulativas, técnicas de mobilização dos tecidos e posturas de alongamento.

d) Aplicar os conceitos de fisioterapia manipulativa em todos os tipos de queixas de dores músculo-esqueléticas, reumatológicas, ortopédicas, traumatológicas.

Osteopatia

A Osteopatia é uma ciência terapêutica baseada na biomecânica do corpo. Trata-se de um processo de diagnóstico e Terapias Manuais das disfunções de mobilidade articular e tecidual, em geral no quadro da sua participação no aparecimento das doenças.

A Osteopatia reconhece que o Sistema Neuro-Músculo-Esquelético é importante e crucial na expressão total da vida, dado que o sistema neuromuscular está intimamente ligado a todos os outros sistemas do nosso corpo através do Sistema Nervoso; daí que, em Osteopatia, estrutura e função estejam intimamente ligadas. Uma anormalidade na estrutura do nosso corpo pode levar a uma disfunção que tanto se pode manifestar localmente como distante da estrutura lesada.

Para corrigir as lesões mecânicas o osteopata aplica manipulações terapêuticas que devem ser suaves e controladas. Estas manipulações podem ser dirigidas no sentido das articulações, músculos ou fáscias, ou serem orientadas para a circulação, drenagem linfática e restabelecimento dos impulsos nervosos. A alma da Osteopatia é o reconhecimento da capacidade que o corpo humano tem para se regenerar, com alguma ajuda externa para muitas patologias.

A Osteopatia é um conjunto de terapias manuais que corrigem os efeitos perversos vindos da estrutura óssea. O tratamento requer um exame aprofundado do paciente e um diagnóstico cuidado que vai terminar no ato terapêutico osteopático.

Referências:

Anúncios

Movimentos Osteocinemáticos e Artrocinemáticos

MOVIMENTOS OSTEOCINEMÁTICOS

Os movimentos osteocinemáticos são os movimentos fisiológicos ou clássicos da diáfise óssea. Estes movimentos podem ser realizados voluntariamente pelo paciente de acordo com os planos cardeais do corpo e seus eixos. Os eixos unem as partes que os planos separam.

Plano Sagital ou Mediano / Eixo Frontal: Divide o corpo em lados direito e esquerdo. Os movimentos realizados neste plano são os de flexão e extensão.

Plano Frontal / Eixo Sagital: Divide o corpo em partes anterior(ventral) e posterior(dorsal). Os movimentos realizados neste plano são os de abduçãoadução.

Plano Transversal / Eixo Longitudinal: Divide o corpo em partes superior  e inferior. Os movimentos que ocorrem neste plano são as rotações interna e externa.

 

MOVIMENTOS ARTROCINEMÁTICOS

Os movimentos artrocinemáticos são os movimentos que ocorrem no interior da articulação e, eles descrevem a distensibilidade na cápsula articular permitindo que os movimentos fisiológicos ocorram ao longo da amplitude de movimento sem lesar as estruturas articulares. Estes movimentos não podem ser realizados ativamente pelo paciente, geralmente são muito utilizados para restaurar a biomecânica articular normal diminuindo a dor , alongando ou liberando com menos trauma determinadas estruturas.

São cinco os movimentos artrocinemáticos: giro, rolamento, tração, compressão e deslizamento.

RolamentoDurante o rolamento um osso rola sobre o outro com a seguintes características :

– As superfícies são incongruentes.

Novos pontos de uma superfície encontram novos pontos na superfície oposta.

Nas articulações com a biomecânica normal o rolamento só ocorre em combinação com os movimentos de deslizamentos e giro, porém quando o rolamento ocorre sozinho causa compressão nas superfícies do lado que o osso esta se movendo, o que pode provocar uma lesão articular, e uma separação no outro lado.

A superfície que se move seja ela convexa ou côncava não influencia a direção do movimento ósseo .

DeslizamentoDurante o deslizamento um osso desliza sobre o outro com as seguintes características:

As superfícies articulares são congruentes.

– O mesmo ponto em uma superfície faz contato com novos pontos na superfície oposta.

O deslizamento não ocorre sozinho devido as superfícies articulares não serem totalmente planas, ou seja, completamente congruente.

Diferentemente do rolamento, a superfície articular que se move influência a direção do deslizamento, o que é chamado como regra convexo-côncava .

Quando a superfície articular que se move é convexa o deslizamento ocorre na direção oposta à do movimento angular do osso.

Quando a superfície que se move é côncava o deslizamento ocorre na mesma direção do movimento angular do osso.

CompressãoDurante a compressão uma superfície articular se aproxima uma da outra com as seguintes características :

A compressão causa diminuição no espaço articular entre as partes ósseas,

Ocorre normalmente nos membros inferiores e na coluna durante a sustentação do corpo,

Ocorre compressão com a contração muscular gerando estabilidade articular, impedindo lesões articulares,

Com a compressão o líquido sinovial move-se para as estruturas articulares avasculares nutrindo-as e lubrificando-as,

Cargas excessivas de compressão causam lesões articulares, principalmente na cartilagem articular.

TraçãoDurante o movimento de tração as superfícies articulares afastam-se uma da outra com as seguintes características .

Ocorre separação das superfícies articulares quando são puxadas distalmente uma da outra.

Pode ocorrer tração no eixo longo do osso resultando em deslizamento caudal .

– Pode ocorrer tração em ângulo reto onde resulta na separação articular propriamente dita.

Referências:

  • KALTENBORN, F.M.; Mobilização Manual das Articulações; Vol I, 5ª Ed. Manole
  • http://www.wgate.com.br , acesso em 16/04/2010.