Spray Congelante: Um bom recurso da crioterapia

A crioterapia é uma das principais técnicas utilizadas na traumatologia, sendo também, a mais econômica e  de  fácil acesso. Trata-se da aplicação segmentar ou local de frio com finalidade terapêutica, usada tanto para fins curativos quanto para fins preventivos.  

O spray congelante tem um eficaz efeito e isso faz com que muitas vezes seja chamado de spray  mágico. É um ótimo recurso da crioterapia usado pela fisioterapia como anestésico local por aplicação tópica. É utilizado principalmente segundos após as contusões, pois reduz abruptamente a temperatura da área aplicada causando o efeito analgésico. Também são chamados de spray frio, spray refrigerante, spray anestésico entre outros.

Efeitos Fisiológicos

a) Anestesia cutânea;
b) Redução da dor (efeito de analgesia);
c) Redução do espasmo muscular;
d) Estimulo do relaxamento;
e) Facilita a mobilização precoce;
f) Melhora a amplitude de movimento;
g) Estimula a melhora da  rigidez articular;
h) Redução do metabolismo;
i) Redução da inflamação;
j) Redução da circulação;
k) Redução do edema;
l) Quebra do ciclo dor-espasmo-dor

A anestesia local pode ser efetuada por aplicação tópica, neste caso atua-se  pela congelação superficial da pele. Deve-se manter o spray a certa distância da pele, aumentado progressivamente, ocorrendo o resfriamento abrupto da  superfície cutânea.

Indicações

Contra Indicações

  • Ferimentos abertos;
  • Hipersensibilidade ao frio;
  • Redução ou perda da sensibilidade;
  • Sobre nervos periféricos em regeneração
  • Sobre os olhos

Como funciona

Geralmente esses sprays contêm Cloreto de Etila ou Fluorometano,  no formato de um gás liquefeito, claro e incolor. O Cloreto de Etila e o Fluorometano líquidos evaporam muito rápido quando aplicados ao corpo, retirando o calor da pele nesse processo. Como sua evaporação é veloz, os efeitos são muito superficiais. O fluorometano é o mais utilizado, pois o Cloreto de Etila é inflamável e pode congelar a pele até que fique rigida.

Fisiologicamente o  que ocorre é uma competição de estímulos, a área do sistema nervoso central que recebe os impulsos dolorosos é sensibilizada com uma alta quantidade de impulsos frios que são diminuídos e bloqueados. Os impulsos sensoriais de frio chegam ao sistema nervoso central com maior rapidez que os dolorosos (Teoria das Comportas). Os Sprays Congelantes não devem ser utilizados quando o objetivo é diminuir a temperatura dos tecidos subjacentes, mais profundos.

CUIDADO!!!!

  • Manter a embalagem 30 a 45 cm do corpo e liberar um jato moderadamente fino, fazendo ângulo com o corpo, no trajeto do musculo afetado;
  • Borrifar a área do corpo em movimento paralelo, na velocidade de cerca de 10 cm por segundo;
  • Aplicar em uma só direção e prosseguir ritmicamente até que toda a área lesada tenha sido coberta duas vezes;
  • Tomar cuidado para não congelar, nem queimar a pele.

 

Anúncios

2 Responses to Spray Congelante: Um bom recurso da crioterapia

  1. Manoel Augusto Mesquita da Silva says:

    Onde encontro este Spray, preciso urgentemente comprá-lo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: